Estudo Internacional comprova danos às células por aparelhos celulares

cerebro-humano

Muitas pessoas se surpreendem quando repararam na diversidade das intensidades dos campos magnéticos presentes em um ambiente de diversos aparelhos eletrônicos. A intensidade do campo não depende do tamanho, complexidade, potência ou ruído produzido pelo eletrodoméstico. Além disso, as intensidades dos campos magnéticos podem ser muito diferentes, inclusive entre aparelhos aparentemente semelhantes.

 

Por exemplo, alguns secadores de cabelo geram campos muito intensos, enquanto outros quase não produzem campo magnético algum. Estas diferenças de intensidade do campo magnético estão relacionadas com o desenho do produto.

RADIAÇÃO DO TELEFONE CELULAR E A SAÚDE

A preocupação com a radiação do telefone celular e a saúde, tem se intensificado, principalmente após o enorme aumento no uso da telefonia celular em todo o mundo. Os telefones celulares usam radiação eletromagnética na faixa de

 

microondas e alguns pesquisadores acreditam que isso pode ser prejudicial à saúde, quando fazemos uma chamada, seguramos o telefone muito perto da nossa cabeça, parte das ondas de rádio emitidas pelo auricular do telefone móvel são absorvidas pelo nosso corpo. Esta preocupação tem levado a grandes pesquisas (epidemiológicas e experimentais, em animais e humanos).

RADIAÇÃO DO TELEFONE CELULAR E A SAÚDE

Ondas emitidas por telefones celulares e o DNA em testes feitos em laboratório, segundo um estudo financiado pela União Européia (EU). O estudo Reflexo, conduzido por 12 grupos de sete países europeus, não chegou a comprovar que os celulares são um risco à saúde, mas concluiu que novas pesquisas são necessárias para saber se os efeitos prejudiciais se repetem fora do ambiente de laboratório. “Os efeitos claramente exigem estudos adicionais em animais ou em voluntários humanos”, sustentaram os cientistas. Essa não é a primeira vez que os celulares são associados a problemas de saúde. Eles já foram relacionados, por exemplo, a problemas no cérebro.

 

Nos útimos anos, milhões de aparelhos celulares foram vendidos no mundo. A pesquisa, que levou quatro anos, analisou os efeitos da radiação em células humanas e de animais em laboratório. Depois de serem expostas a campos eletromagnéticos típicos de celulares, as células mostraram um aumento significativo de rompimento em uma ou nas duas hélices do DNA. Nem sempre o organismo conseguiu reparar os danos. Células que sofrem mutação são consideradas uma das possíveis causas do câncer.

 

A radiação utilizada no estudo equivalia a um nível de absorção de 0,3 a 2 watts por quilo. A maioria dos celulares, entretanto, emite sinais absorvidos nas proporções de 0,5 a 1 watt por quilo. De acordo com a    

 

Comissão Internacional de Proteção à Radiação Não-Ionizante, o limite máximo recomendado é de 2 watts por quilo. O líder do projeto, Franz Adlkofer, recomendou à população que evite usar o celular quando houver uma opção disponível.

ESTUDOS RECENTES CONFIRMAM QUE A RADIAÇÃO DO TELEFONE MÓVEL PODE:

  1. Danificar os nervos do couro cabeludo.
  2. Causar que as células sanguíneas filtrem hemoglobina.
  3. Causar perda de memória e confusão mental.
  4. Causar dores de cabeça e provocar fadiga extrema.
  5. Criar dores nas articulações, espasmos musculares e tremores.
  6. Criar sensação de ardência na pele.
  7. Alterar a atividade elétrica do cérebro durante o sono.
  8. Induzir zumbidos nos ouvidos, gerar a perda de olfato.
  9. Precipitar catarata, danos na retina e câncer no olho.
  10. Abrir a barreira de sangue do cérebro a vírus e toxinas.
  11. Reduzir o número e a eficiência dos glóbulos brancos do sangue.
  12. Estimular a asma, produzindo histamina nos mastócitos.
  13. Causar problemas digestivos e elevar os níveis de mau colesterol.
  14. Estressar o sistema endócrino, especialmente: pâncreas, tireóide, ovários e testículos.
  15. Causar dores nas articulações, espasmos musculares e tremores.

ONDAS ELETROMAGNÉTICAS

A descoberta das ondas electromagnéticas foi um dos avanços mais importantes do século XIX. Quando Maxwell postulou a existência destas ondas conseguiu clarificar o problema da natureza da luz, e ademais unir a eletricidade, o magnetismo e a ótica em um mesmo ramo. No entanto não pôde demonstrar sua existência, foi Hertz 20 anos depois, em 1887, o primeiro em produzir ondas eletromagnéticas e com isso confirmar as leis de Maxwell .

 

 

As ondas eletromagnéticas estão constituídas por dois campos, um elétrico e outro magnético,

 

mutuamente sustentados que se propagam no espaço em forma ondulatória. Estas ondas, portadoras de energia, caraterizam-se pelos parâmetros: amplitude e frequência, que as determinam totalmente. As ondas, além  de  energia,  podem portar  informação se  modula sua  amplitude, frequência ou ambas; e por isso  se utilizam nos sistemas de telecomunicação.

 

 

As ondas com energia suficiente para romper as uniões químicas são chamadas radiações ionizantes. Estas incluem Raios X e outras ondas de frequência mais altas. O resto das ondas são as não-ionizantes.

 

 

 Alguns estudos indicam que estas ondas podem ser uma séria ameaça para a saúde, podendo provocar efeitos adversos sobre o homem tal e como o desenvolvimento de tumores, debilitação do sistema imunológico, hiperatividade, etc.

Buscando resolver este problema dos danos causados pela poluição eletromagnética, a NOÌS tem desenvolvido uma linha completa de produtos para ajudar a proteger você e sua família contra os perigos desta pouição. Nossos produtos neutralizam ondas milimétricas de wifi, 3g, 5g antes que elas entrem em seu corpo e causem danos, além de fornecer suporte energético para ajudar seu corpo a gerenciar melhor os efeitos da radiação EMF.

SOLUÇÃO PARA CASA E ESCRITÓRIO

A Ion Hut é nosso principal produto. Com este produto, você adquire um dispositivo de tomada que é colocado em sua casa ou escritório. O dispositivo irá abranger a metragem quadrada de sua casa ou escritório dentro do seu relógio de energia, protegendo todos dentro desta área das radiações eletromagnéticas EMF tanto internas como externas. 

SOLUÇÃO PARA USO PESSOAL

Nosso chip Ion Shield é outra ótima opção para proteção de 5G quando você estiver fora de sua residência ou escritório. O chip, colocado no celular, acompanha você para onde quer que vá. Discreto, mas eficaz para protegê-lo todo o tempo.

Postagens relacionadas